segunda-feira, 7 de julho de 2014

Minha opinião sobre Under The Dome (UTD) mudou, tipo a história eh boa mas quase tdos os personagens tem uma síndrome de psicopata sei lah... e muita loucura pra mim, parece um true blood para criança (sem sexo), recomendo.. (y)


Obs: ainda estou na primeira temporada..

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Como é calculada a idade do cão?

Certamente já ouviu dizer que para calcular a idade de um cão basta multiplicar cada ano por sete, e esse número corresponde à idade do homem. A verdade é que nem tudo o que é dito e aceite na gíria corresponde à realidade dos factos.


Esta relação a que estamos habituados a ouvir não corresponde à realidade, já que a idade do cão varia com a raça e o porte do animal. Tal como cada ser humano tem o seu próprio tempo de envelhecimento, também os animais seguem a mesma tendência. O tipo de alimentação, as doenças e os cuidados em geral que os animais recebem dos seus donos, ajudam a retardar o envelhecimento, apesar de estes factores não serem determinantes.


Como é então feito o cálculo da idade do cão?

Tal como dissemos, o cálculo da idade de cada cão varia consoante o porte e a raça, ou seja, os cães de grande porte apresentam um envelhecimento mais rápido face aos de pequeno porte.

Outro ponto que deve ser levado em consideração para quantificar a idade real de um cão é o seguinte: o envelhecimento do cão é mais acentuado nos dois primeiros anos de vida, ou seja, para a maioria das raças o primeiro ano de vida corresponde a 15 anos relativamente à idade humana, enquanto que o segundo ano corresponde aos 24 anos da idade humana. Após o terceiro ano de vida do cão, o cálculo sofre uma pequena alteração e a partir daí cada um envelhece de acordo com o seu porte e raça.

Assim sendo, a média (a partir dos 3 anos) é a seguinte: para cães de pequeno porte podemos multiplicar a sua idade por 5 e para cães de porte médio multiplicamos a sua idade por 6 e multiplicamos a sua idade por 7 ou por 8 se forem cães de grande porte.


A tabela explicativa da idade do cão / idade humana


quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Lendas de Natal: Vela de Natal

A Lenda da Vela de Natal


Era uma vez um pobre sapateiro que vivia numa cabana, na encruzilhada de um caminho, perto de um pequeno e humilde povoado. Como era um homem bom e queria ajudar os viajantes, que à noite por ali passavam, deixava na janela da sua casa, uma vela acesa todas as noites, de modo a guiá-los. 

E apesar da doença e a fome, nunca deixou de acender a sua vela. Veio então uma grande guerra, e todos os jovens partiram, deixando a cidade ainda mais pobre e triste. As pessoas do povoado ao verem a persistência daquele pobre sapateiro, que continuava a viver a sua vida cheio de esperança e bondade, decidiram imitá-lo e, naquela noite, que era a véspera de Natal, todos acederam uma vela em suas casas, iluminando todo o povoado. À meia-noite, os sinos da igreja começaram a tocar, anunciando a boa notícia: a guerra tinha acabado e os jovens regressavam às suas casas!


Todos gritaram: “É um milagre! É o milagre das velas!”. A partir daquele dia, acender uma vela tornou-se tradição em quase todos os povos, na véspera de Natal.


Fonte: Natal

Contos de Natal: O Atraso do Papai Noel

O Atraso do Papai Noel


Todos os anos, como já é costume, o Papai Noel vai a uma pequena aldeia levar os presentes às crianças. Mas este ano aconteceu uma desgraça: O Papai Noel atrasou-se, e as crianças da aldeia ficaram preocupadas, pois ainda não receberam os presentes.

- Onde está o Papai Noel? – Perguntou uma das crianças da aldeia aos seus amigos.

- Não sabemos – disseram todos em coro – O Papai Noel ainda não foi à nossa casa!

- O Papai Noel atrasou-se?! – Perguntou uma das crianças.

- Que estranho, o Papai Noel nunca se atrasa! – Disse a outra.

- Vamos ter com ele ao Pólo Norte! – falou entusiasmada uma criança.

- Boa ideia! – Disseram todos – Vamos à casa dele!


Assim o disseram, assim o fizeram! Foram todos à casa do Papai Noel, e quando lá chegaram bateram à porta e disseram:

- Papai Noel! Somos nós, as crianças da aldeia.

O Papai Noel foi abrir a porta e disse:

- Entrem crianças, entrem. Desculpem-me eu tenho uma rena doente e tive de arranjar outra, ia agora mesmo para a aldeia…

- Papai Noel, nós não sabíamos o que tinha acontecido e ficámos preocupados, mas agora já estamos mais descansadas. – Interromperam as crianças.

- Agora podemos ir todos no meu trenó para a aldeia! – Sugeriu o Papai Noel.

- Sim! Nós íamos adorar.

- Então vamos!


Foram todos para a aldeia, mas quando lá chegaram encontraram as mães muito preocupadas com o desaparecimento dos seus filhos, e com o atraso do Papai Noel.

- Ai, ai, esquecemo-nos de avisar as nossas mães, e elas agora estão preocupadas.

- Olhem – disse uma das mães – não são os nossos filhos e o Papai Noel?

- São! Mas como é que os nossos filhos estão com o Papai Noel?

- Pois não sabemos!

Já era muito tarde, e já passava muito da hora de abrir os presentes.


- Fomos ver o Papai Noel, porque ele estava atrasado e esquecemo-nos de vos avisar, desculpem! – Disseram todas as crianças, envergonhadas.

Uma das mães respondeu:

- Não faz mal, o que importa é que todos estão bem. Vamos abrir as prendas?

O Papai Noel deu então os presentes às crianças e prometeu nuca mais se atrasar. 

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Assista as performances do Jake Bugg, Coldplay & Bastille para BBC Radio 1 em especial de Natal

Eles se apresentarão no programa "Live On Air With Fearne Cotton" em uma edição especial chamada "in the Christmas Live Lounge" da BBC Radio 1 especial de Natal.

Confira as Performances de:

Jake Bugg - Happy Xmas (War Is Over) cover do clássico do John Lennon



Coldplay White Christmas



& Bastille Christmas Mashup.



O 'mash-up' traz trechos das faixas "Stay Another Day" e "O Holy Night", além de referências de "All I Want For Christmas Is You" e "Last Christmas".

Enfeites bem estranhos para a sua casa no Natal

  • O Natal está logo aí. As ruas, os prédios, as lojas já estão decorados. E você? Preparou algo para entrar no clima natalino? Quem quiser sair do lugar-comum nos enfeites de casa vai gostar desta lista com objetos natalinos bem diferentes vendidos pela internet:



  • Para protestar contra o ensino do criacionismo no sistema educacional americano, um grupo criou em 2005 uma religião satírica chamada “Spaghetti Monsterism”. Nela, o Criador sobrenatural de tudo que existe no mundo é o Flying Spaghetti Monster (“Monstro de Espaguete Voador”). A versão acima serve para enfeitar árvores de Natal.



  • Outro ser fantástico que pode decorar os pinheiros é Cthulhu. O monstro foi criado pelo escritor americano H.P. Lovecraft. É um híbrido de ser humano, dragão e polvo. Nesta versão de enfeite, parece até inofensivo, mas ele é implacável nos livros de Lovecraft, pouco se importando com a existência humana.




  • Para mostrar a todos da vizinhança que você é um geek de verdade, nada melhor do que esta guirlanda. Ela é cheia de desenhos de jogos de videogame em estilo 8-bits. Todas as moedas douradas têm pequenos LEDs que ficam piscando para chamar atenção.



  • Por mais que a ceia de Natal costume ter vários pratos caprichados, tem gente que sempre preferiria um pouco mais de bacon. Até na árvore de Natal para ser bem sincero: esse enfeite no formato das tirinhas de carne é feito de metal e purpurina.




  • Estranho mesmo é comemorar essa data usando um enfeite que poderia muito bem ser de uma festa de Halloween. Este quebra-nozes representa a bruxa que é vilã no clássico filme “O Mágico de Oz”, de 1939. Pode ser uma boa pedida para quem tem convidados cinéfilos.

Lendas de Natal: Reis Magos

A Lenda dos Reis Magos

Conta a Lenda que, vindos do Oriente, três Reis Magos, Melchior, Gaspar e Baltazar, seguiram a Estrela de Belém, que os levou até ao menino Jesus. Os Magos, ao saber que se tratava do nascimento de um rei, tinham perguntado ao Rei Herodes sobre Ele. O Rei Herodes, que de nada sabia, pediu aos Reis Magos que assim que O encontrassem, o informassem sobre o local do nascimento, de modo a poder também ele visitá-Lo. É claro que a intenção de Herodes era ver-se livre desse novo Rei, pois considerava-O uma ameaça.

Os três Reis Magos ao encontrarem o Menino Jesus, celebraram com júbilo o Seu nascimento oferecendo-Lhe Ouro, Incenso e Mirra, e venerando-O como Rei dos Judeus.

Os Reis Magos não voltaram a estar com o Rei Herodes, após serem alertados em sonhos, da intenção deste em matar Jesus.